Salvem O Museu dos Coches Petição

Salvem O Museu dos Coches Petição
Petição: Salvem os Museus Nacionais dos Coches e de Arqueologia e o Monumento da Cordoaria Nacional!

segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Bairro Alto abre até ás 3 ao fim de semana

Por Diogo Cavaleiro, in Público de 2-08-2009

Até nova avaliação, as noites de fim-de-semana no Bairro Alto passam a durar até às 3h

Câmara de Lisboa chegou a novo acordo com os comerciantes, "entregou--lhes" um Guia de Boas Práticas Comerciais e deu luz verde a 15 esplanadas

A O presidente da Câmara de Lisboa, António Costa, congratulou-se ontem com o "diálogo frutuoso" entre a autarquia, Juntas de Freguesia e comerciantes relativamente ao alargamento do horário de funcionamento dos bares do Bairro Alto até às 3h. Em Maio do próximo ano será feita nova avaliação do horário de funcionamento.

"Agora, é fundamental que tudo corra bem", declarou António Costa à Lusa à margem de uma visita aos Terraços do Carmo, que serão demolidos a partir de amanhã, e depois da inauguração dos miradouros da Penha de França (ver texto abaixo), após obras de requalificação.
O autarca explicou que, quando da alteração dos horários de encerramento das 4h para as 2h, ficara estabelecido que no início do Verão haveria "uma avaliação do processo". "A avaliação foi feita, quer com os comerciantes, quer com os moradores e representantes das Juntas de Freguesia e sexta-feira houve um acordo final relativamente ao alargamento do horário nas vésperas de feriado, sextas-feiras e sábados, acompanhado de um reforço da presença policial, da fiscalização e manutenção da ordem pública, e isso é uma condição essencial para que tudo possa funcionar melhor", referiu Costa.

Regozijando-se com o facto de ter sido "um grande ganho fazer isto por acordo", António Costa afirmou que os resultados serão avaliados em Maio do próximo ano, acrescentando que "se tudo correr bem podemos prosseguir, se as coisas não correrem bem teremos de tomar outras medidas".

Questionado sobre se as preocupações dos comerciantes face ao prejuízo financeiro devido à antecipação do horário de encerramento pesaram na decisão da autarquia, António Costa considerou que "ninguém pode ser insensível à conjuntura económica" que o país atravessa: "Este ano tem sido um ano muito duro para toda a actividade económica e não podemos ser insensíveis a isso."

Paralelamente ao novo horário de funcionamento do bairro, a câmara anunciou também, em comunicado, que aquele espaço público terá ainda, em breve, mais 15 esplanadas, "sem prejuízo para os lugares de estacionamento existentes", lê-se na nota camarária, e que será publicado um Guia de Boas Práticas Comerciais, dirigido aos comerciantes.

1 comentário:

pinguim disse...

Olha, para mim, não me aquece nem me arrefece, pois já não tenho pachorra para andar de bar em bar, e muito menos, pela noite adentro.
Mas ainda bem que se chegou a um acordo; vamos ver se frutifica...
Abraço.